segunda-feira, 13 de abril de 2009

...pero sin perder la ternura jamás.

Milhões de perguntas, o corpo já está cansado a mente está exausta,
as horas passam e não se encontra as respostas.
Angústia, angústia, desespero.
Um vermelho vibrante chama a atenção,
um corte na carne, a dor.
Não pensa em mais nada, cuida do ferimento e deixa o resto pra depois.
É fácil esquecer os problemas e adiar as soluções,
mas o tapete foi manchado com sangue, ele está pra sempre marcado.


“Você quer me matar com balas?
Por detrás desta máscara e por baixo desse manto não há carne ousangue para serem mortos. Há idéias. E idéias são imortais.”
V de Vingança

Obs:. O título original do texto não é esse, mas hoje um amigo recente do blog me relembrou essa frase e eu achei que ela se encaixa perfeitamente com o texto.
Obrigado.

"Hay que endurecerse, pero sin perder la ternura jamás."
Ernesto Guevara

Salve El Che!

Gabi.

Um comentário:

  1. muito bom, muito mesmo!
    o blog também esta bem legal
    parabéns :D

    ResponderExcluir

Identifique-se, por favor e obrigado. (: